Padre Brasileiro será indiciado por Estupro de Vulnerável no Rio de Janeiro

Não é só no Vaticano que a Igreja Católica vive às voltas com denúncias de escândalos sexuais. Em Niterói, no Rio de Janeiro, a Polícia Civil vai indiciar um padre por estupro de vulnerável.

Ele teria abusado de uma menina, hoje com 10 anos, quando ela ainda tinha 7 anos. Além disso, de acordo com depoimentos prestados na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Niterói, o religioso também teria mantido relações sexuais com uma jovem, irmã da outra vítima, desde a época em que ela estava com 13 anos — hoje tem 19.

O jornal “Extra” teve acesso a um vídeo que mostra o padre fazendo s.e.x.o com uma adolescente em plena casa paroquial. O vídeo teria sido feito por uma das vítimas, para denunciar o religioso.

A denúncia foi levada à delegacia pelo pai das jovens. Em petição enviada à delegacia, o sacerdote confessou ter mantido relações sexuais com a mais velha das duas irmãs, mas só a partir do momento em que ela completou 18 anos.

 

 

 

 

 

 

Diante do caso, a Arquidiocese suspendeu temporariamente o sacerdote, ressaltando que o próprio padre “levou a denúncia ao conhecimento do Ministério Público”, para que apure a sua veracidade ou não.

Informações do O Globo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.