OGX vai a falência? Eike Batista, um mero vendedor de sonhos?

A OGX, petroleira do grupo de Eike Batista, divulgou nesta terça-feira ter fechado o ano de 2012 com prejuízo mais do que dobrado: o saldo negativo foi de R$ 1,172 bilhão, 130% superior ao registrado em 2011. Fonte: Estadão.

“Desde o início da produção, em 31 de janeiro de 2012, o Campo de Tubarão Azul produziu mais de 3,9 milhões de barris de petróleo e entregou seis cargas”, diz a nota que acompanhou o balanço. A produção média diária nos 13 meses de produção foi de 10,2 mil barris por dia em dois poços. Fonte: Estadão.

A OGX revisou em US$ 100 milhões a sua previsão de investimentos para 2013, passando de US$ 1,2 bilhão para US$ 1,3 bilhão. De acordo com a empresa, a decisão foi tomada após a aquisição da participação no bloco BS-4. Fonte: Estadão.

Comentário.

Esta é notícia repassada pela empresa OGX ao mercado e à imprensa.  Os analistas do mercado e as instituições financeiras oficiais que tem empréstimos junto à OGX, ainda tem esperança de que o menino Eike Batista esteja dizendo verdade ao mercado. Diz, também, o banqueiro André Esteves do BTG Pactual, credor das empresas do Eike Batista, que a empresa tem potencial para recuperação, no esforço desesperado de tentar recuperar os seus R$ 2 bilhões, enfiados no grupo EBX.

Já vou dizendo que o resultado da análise que fiz no balanço da OGX, divulgado ontem, é “estarrecedor”.  Tem razão, o presidente Lula e Dilma se preocuparem em dar socorro ao menino Eike Batista.  Está em jogo, grande parte dos R$ 7,9 bilhões que a OGX deve em empréstimos e financiamentos às instituições do governo federal, como CEF, BNDES, BNDESpar.

A empresa OGX tinha em seu Caixa equivalente a R$ 3,3 bilhões, dos quais já comprometido para investimento em 2013, cerca de R$ 2,6 bilhões.  Literalmente, no final do ano, a OGX ficará com Caixa, praticamente zerado.  É aí que entra o jovem salvador da pátria, André Esteves.  Vai tentar buscar sócios estratégicos “otários” para botar dinheiro na empresa OGX.  Em último caso, vai acionar CEF, BNDES, BNDESpar, BB para injetar recursos novos para tentar, pelo menos, dar sobrevida à empresa.

Pela análise do balanço que fiz e a Moody´s deve ter feito mesma coisa, existe um ativo “camuflado” lançado como Imobilizado num montante de R$ 10 bilhões. Como uma empresa petrolífera, não possui domínio do solo, conforme legislação brasileira, o valor deve ser os gastos em poços que futuramente, poderão dar ou não vazão economicamente viável.  Pode ser também, cruzamento de ativos entre as empresas do grupo, que teoricamente poderia contabilizar como Imobilizado.

Resumindo. Do dinheiro de Caixa, R$ 3,3 bilhões, vai R$ 2,6 bilhões para investimentos nos poços.  No final do ano, vai ficar com o restinho do tacho de R$ 700 milhões, sem contar com as despesas correntes da OGX.  Certamente, segundo minha análise, no final do ano de 2013, o Imobilizado vai para R$ 12,6 bilhões.  Imobilizado que vai zerar, virar mico, se os poços resultarem em seco ou economicamente inviável, como aconteceram com outros poços.

Pode ser, que num golpe de sorte, o terceiro poço, dê uma vazão do tipo 100 mil barris/dia. Se isto acontecer, a OGX poderá fazer faxina contábil no seu Imobilizado dos ativos podres. Até lá, deixa o mercado “fazer de conta” que a OGX tem grande potencial, como afirma André Esteves do BTG Pactual.  A empresa de ratings já percebeu o furo, por isso o rebaixamento da sua nota em relação à empresa.

Se, zerado o ativo classificado como Imobilizado, R$ 12,6 bilhões, no final de 2013, a empresa OGX ficará com Patrimônio Líquido negativo!  As ações no mercado 3, 2 bilhões, simplesmente virarão pó, vão virar ações de R$ 0,01 (centavinho).  Os bancos de investimentos estrangeiros já recomendam como preço alvo, R$ 1,00  por ação, apostando positivo na produção do terceiro poço em perfuração.  Se não der certo, a empresa inteira vai valer R$ 1,00, para alguém assumir o passivo.

A OGX só tem uma única saída, a presidente Dilma, entregar ao menino Eike Batista, mais um bloco de exploração, na próxima rodada de licitações, na tentativa de André Esteves, procurar um sócio estratégico para a OGX.  Com a entrega de mais um bloco de exploração de petróleo, justifica BNDES e BNDESpar injetar novos recursos para as empresas do menino Eike Batista.  Só assim para salvar, senão a OGX está, literalmente na lona ou falida!

O mais triste da história das travessura do menino Eike Batista é que, certamente em algum tempo, o contribuinte será chamado para pagar uma boa parte do empréstimo da OGX, num montante de R$ 7,9 bilhões. A bolha do Eike Batista já estourou!

Ministro Joaquim Barbosa, é assim que acontece no Brasil dos presidentes Lula e Dilma.  A roubalheira ou a safadeza, acontece à luz do dia.  Não são R$ milhões, ministro, são R$ bilhões!  Tudo dentro da legislação brasileira, ministro.  O assunto só vai subir para STF, quando o fato for consumado, ou seja, quando o povo já levou o prejuízo de R$ 7,9 bilhões, infelizmente.

OGX do Eike Batista, menino de ouro, dos presidentes Lula e Dilma, está literalmente falida!

E agora quem investiu em ações da OGX na bolsa de valores deve estar se descabelando todo vocês não acham? Será que Eike Batista é um mero vendedor de ilusões?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.