Minha Casa Minha Vida 2014 – Inscrições 2013 – 2014

As inscrições para o Programa Minha Casa Minha Vida 2014 estão prestes a começar, e para ajudar a todos aqueles que estão em busca da sua casa própria através do Programa do Governo Federal preparamos este artigo para auxiliar você que pretende se inscrever no Minha Casa Minha Vida Inscrições 2014.

Minha Casa Minha Vida o Que é, Como Funciona?

O Minha Casa Minha Vida é um programa do governo federal que tem transformado o sonho da casa própria em realidade para muitas famílias brasileiras. Em geral, o Programa acontece em parceria com estados, municípios, empresas e entidades sem fins lucrativos.

Na primeira fase foram contratadas mais de 1 milhão de moradias. Após esse sucesso, o Programa Minha Casa Minha Vida pretende construir na segunda fase, 2 milhões de casas e apartamentos até 2014.

Se você tem renda bruta de até R$ 5.000,00, o Programa oferece algumas facilidades, como, por exemplo, descontos, subsídios e redução do valor de seguros habitacionais.

Mais renda para os trabalhadores e desenvolvimento para o Brasil. Onde tem habitação, tem CAIXA.

Em 2011 o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse que o Governo Federal iria construir 2 milhões de moradias na então segunda fase do Programa Minha Casa Minha Vida, esta meta ainda não foi totalmente cumprida, basta ver as informações abaixo:

“Achamos que o programa Minha Casa Minha Vida está indo muito bem. Temos muita certeza de que vamos contratar 1 milhão de casas até o fim do ano. A meta da segunda fase é construir 2 milhões de casas nos próximos quatro anos”, afirmou Bernardo.

Para definir eventuais mudanças na fase dois do programa e acompanhar o estágio atual das ações, Lula reuniu os ministros Márcio Fortes (Cidades), Erenice Guerra (Casa Civil), Guido Mantega (Fazenda), Alexandre Padilha (Relações Institucionais), além do próprio Bernardo. A presidente da Caixa Econômica Federal, Maria Fernanda Coelho, também foi chamada para o encontro.

Meta para Construir mais de 1,5 milhão de casas até 2014

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, apresentou nesta segunda-feira (15) em São Paulo o cenário e as perspectivas do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). O MCMV Já contratou mais de 2,7 milhões de unidades habitacionais e entregou 1,2 milhão de moradias.

Brasília, 15/07/2013 – A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, esteve nesta segunda-feira (15) no Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi) para apresentar o cenário e as perspectivas do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). O programa do governo federal já contratou mais de 2,7 milhões de unidades habitacionais, o que representa 75% da meta de construção de novas moradias até 2014. Somente no Estado de São Paulo (SP), já são mais de 510 mil unidades habitacionais contratadas e 228,5 mil moradias entregues.


A ministra Miriam Belchior esteve nesta segunda-feira (15) no Sindicato de Habitação de São Paulo – Secovi, em São Paulo, onde fez uma apresentação sobre o Minha Casa, Minha Vida.

Miriam Belchior ressaltou que o MCMV estabeleceu uma parceria de longo prazo entre o governo e o setor privado, discutindo permanentemente e trabalhando junto para alcançar as metas estabelecidas. O programa já entregou 1,2 milhão de moradias, o que equivale a 45% da meta para o próximo ano. “A taxa de investimento do setor público cresceu 52% desde o lançamento do PAC e do Minha Casa Minha Vida”, disse.

Durante sua apresentação, a ministra destacou os impactos no setor da construção civil a partir da criação do MCMV em 2009. Entre 2006 e 2011 foram criadas 80,4 mil novas empresas na construção civil o que propiciou um novo patamar de geração de empregos: 750 mil desde 2009.

O presidente do Secovi – SP, Cláudio Bernardes, afirmou que o Brasil mudou desde o lançamento do MCMV. “Esse programa mostra a vontade política de combater o déficit habitacional e reduzir a pobreza em nosso país”.

Mesmo com quase 75% da meta cumprida, para Miriam Belchior, o MCMV precisa vencer alguns desafios tais como: acelerar a contratação de moradias da faixa 1; resolver os gargalos que impactam a contratação e a entrega de moradias; ampliar a sustentabilidade urbana dos empreendimentos e promover melhorias no processo construtivo.

A ministra ressaltou também as medidas tomadas para aumentar a qualidade dos imóveis do MCMV: vistorias semanais com foco na qualidade e no cumprimento das especificações contratadas pelo poder público; acompanhamento de 100% das ocorrências; mutirão de visitação aos empreendimentos entregues; penalização de empresas que não atenderem ao cliente com inclusão no cadastro restritivo da Caixa Econômica Federal.

Como Participar do Programa Minha Casa Minha Vida 2014?

Planos para Participar do Minha Casa Minha Vida:

Até 3 Salários mínimo – Cadastro realizado pelas Cohab;

De 3 a 5 Salários mínimos – Juros de 5% ao ano além da TR;

De 5 a 6 Salarío mínimos – Juros de 6% ao ano;

De 6 até 10 Salários mínimos – Juros com 8,16% ao ano  e TR.

Documentos obrigatórios para Minha Casa Minha Vida

Veja os documentos necessários;

  • RG (identidade),
  • CPF,
  • Ficha de cadastro Habitacional,
  • Holerite dos últimos 6 meses,
  • Extrato recento do FGT,
  • Declaração de Imposto de Renda,
  • Cópia Carteira de Trabalho,
  • Certidão do Estado Civi,
  • Comprovante de Despesas: (Pode ser – luz, água, aluguel)
  • Declaração do IR,

Acesse Simulador Minha Casa Minha Vida

E saiba mais nos sites do governo

www.caixa.gov.br/habitacao 

www.pac.gov.br/minha-casa-minha-vida

Você já recebeu sua casa no Programa Minha Casa Minha Vida 2013?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.