Jon Jones vence Sonnen no UFC 159 com dedão do pé quebrado

Rio de Janeiro –  Jon Jones mostrou, mais uma vez, porque é considerado, na atualidade, um dos três melhores lutadores peso por peso do Ultimate Fighting Championship (UFC). Sem dar qualquer chance para o falastrão Chael Sonnen, Jones venceu sua quinta defesa de cinturão e manteve a hegemonia entre os meio-pesados.

A luta aconteceu já na madrugada deste domingo, e Jones superou o adversário graças a uma estratégia que, se não é surpreendente, é das mais eficientes. Colocando Sonnen para baixo várias vezes, Jones aproveitou para desferir cotoveladas duras no adversário e até uma joelhada na linha de cintura. Os golpes castigaram Sonnen, que viu o árbitro interromper o combate a 30 segundos do fim do primeiro round.

Se não lutou o suficiente para vencer, Sonnen quase saiu campeão por um mero acidente do destino. Isso porque, durante a luta, Jon Jones qjon-jones-ufc159uebrou o dedão do pé esquerdo. Ele não percebeu a lesão e continuou lutando, quando chegou ao nocaute técnico.

Caso o primeiro round tivesse continuado até o fim, Jones provavelmente seria impedido pelos médicos de continuar a luta, o que daria o título a Sonnen. “Acho que tinha um buraco na lona. Eu iria para a Jamaica depois da luta, mas agora não vou mais poder”,afirmou Jones, depois da luta, sentindo muita dor.

Bônus da noite

Financeiramente, o grande vencedor da noite foi Pat Healy. Em sua volta ao UFC, ele fez uma grande luta contra Jim Miller, que lhe valeu o prêmio de luta da noite, dando US$ 65 mil para cada um dos lutadores. Porém, o mata-leão aplicado em Miller, que deu a Healy a vitória, foi considerado como a melhor finalização da noite, rendendo a ele mais US$ 65 mil.

O nocaute da noite foi para Roy Nelson, que disparou um overhand de direita para levar o gigante Cheik Kongo à lona. Foi o quarto nocaute de Nelson com o mesmo golpe no UFC.

Brasileiro vai mal

O único brasileiro da noite no evento, Vinny Magalhães, pouco fez diante de Phil Davis e acabou derrotado por decisão unânime dos árbitros.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.