JIhadista do Estado Islâmico se Converte ao Cristianismo

É difícil de acreditar mas um membro do Estado islâmico se converteu ao cristianismo depois de sobreviver a morte clínica, com a ajuda de um religioso em um mosteiro católico, relata Linga.

Os Clérigos resgataram o jihadista poucas horas depois de terem iniciado um combate nas imediações da fronteira oriental da Síria, esclarece o site local Linga Christian. Pensaram que estava morto e se preparavam para enterra-lo quando o combatente mostrou sinais de vida, apesar de ferimentos graves.

jihadista_se_converte

“Poucos dias depois, decidiu se converter ao cristianismo”, disse o mosteiro clérigo.

O combatente, de 32 anos, decidiu ficar no mosteiro e ajudar aqueles que haviam salvo da morte que parecia inevitável.

ENQUANTO ISSO:

Grupo Estado Islâmico sequestra dezenas de cristãos no nordeste da Síria.

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) sequestrou pelo menos 90 cristãos assírios na região nordeste da Síria, anunciou nesta terça-feira (24) o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

A ONG com sede na Inglaterra informou que o EI atacou duas localidades cristãs controladas pelas forças curdas na província de Hasake.

“Na segunda-feira, o EI atacou Tal Shamiran e Tal Hermuz, duas localidades assírias da província de Hasake, e levou 90 moradores”, afirmou à AFP o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

A ONG não sabe para onde foram levados os reféns.

Os assírios são cristãos nestorianos, uma corrente do cristianismo condenada pelo concílio de Éfeso no ano 431 pelas divergências sobre a natureza de Cristo. Também estão muito presentes no Iraque.

Parte da província de Hasake está controlada pelos curdos e outra pelos jihadistas do EI. As forças pró-governo sírias estão presentes na cidade de mesmo nome.

As unidades de proteção do povo curdo (YPG), a principal milícia curda síria, realizam uma ofensiva na região e assumiram o controle de 24 vilarejos com o objetivo de tomar a localidade de Tal Hamis, em poder dos jihadistas e alvo de bombardeios da coalizão liderada pelos Estados Unidos.

As YPG também iniciaram uma ofensiva na província de Raqa, reduto do EI mais ao oeste, e assumiram o controle de 19 vilarejos.

[videolock url=”//www.youtube.com/watch?v=BvqkTBb1rds” message=”Compartilhe no facebook para liberar este vídeo” width=”640″ height=”360″]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.