Como os radicais livres podem prejudicar a sua saúde

Nós estamos rodeados de várias delícias gustativas e nosso paladar nos agradece grandemente quando damos a ele algo como uma torta de chocolate ou uma pizza imensa. Quem não gosta de dar aquela folguinha na dieta e comer brigadeiro assistindo filme num sábado à noite? Todos nós gostamos desses alimentos que fazem a alegria de muita gente, mas precisamos saber ao risco de estamos expostos ao consumi-los.

                E não falo apenas de carboidratos e gorduras em excesso ou uma comida extremamente salgada. Estou falando de algo que está muito mais escondido, mas conseguem fazer grandes estragos no nosso organismo. Eles nos envelhecem, causam diversas doenças e podem fazer certas modificações no nosso DNA nos deixando propensos a adquirir um câncer. Pois é o assunto é bastante grave e estamos falando dos radicais livres.gordura saturada

Mas, o que eles são?

Os radicais livres são moléculas, como qualquer outra substância, mas ele é instável. Pela falta de um elétron eles acabam “atacando” outras moléculas para roubar um elétron delas e se tornar estável. Essas moléculas que perderam o seu elétron, por sua vez, se tornam radicais livres e começam a atacar outras moléculas. Assim, começa a acontecer uma reação em cadeia e um efeito altamente destrutivo ocorre.

O que podem fazer

Essa reação em cadeia vai danificando cada uma das células do nosso corpo e danificando-as. Muitas formas de câncer são consideradas como mutações de DNA que ocorrem justamente pela presença de radicais livres. Além disso, por levar ao envelhecimento, essas substâncias danosas participam de doenças neurodegenerativas como o Mal de Parkinson e Alzheimer.

Nosso próprio organismo produz essa substância quando a célula realiza o processo de respiração. Atletas, por exemplo, é um grupo de pessoas que costumam ter um elevado teor de radicais livres circulando no corpo.  Mas, da mesma forma que produzimos o Quimera, nosso corpo também fabrica seu próprio Belerofonte, que são os antioxidantes.

Outros fatores, além da alimentação inadequada, podem causar um aumento dos radicais livres. O consumo excessivo de bebidas alcoólicas, uso constante do tabaco, estresse, exercícios físicos de alta intensidade e exposição constante à poluição por gases tóxicos como monóxido de carbono ou mesmo pesticidas.

Os Antioxidantes

Eles são substâncias capazes de proteger o nosso organismo a nível celular, seja pelo lado de fora na membrana, seja pelo lado de dentro no citoplasma. Estão presentes em forma de enzimas como o superóxido dismutase, a catalase e a glutationa. Agentes antioxidantes são encontrados principalmente nas frutas, hortaliças, legumes e cereais integrais. Aqui os antioxidantes são o beta-caroteno, licopeno, selênio, vitamina A, C e E.

Os vilões

O principal causador de toda essa confusão são as gorduras saturadas que ingerimos sempre que comemos frituras. A Organização Mundial de Saúde está em constante combate realizando campanhas para que as pessoas diminuam o consumo dessa substância danosa. Esse tipo de gordura, além de liberar grande quantidade de radicais livres, também é responsável pela aterosclerose e doenças na coronária pelo aumento do LDL.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.