Bolsa Família 2014 – Calendário de Pagamento

O brasil tem dado passos importantes para melhorar a situação da pobreza e desigualdade no pais, para isso que foi criado o bolsa família que atender a milhares de famílias de baixa renda que precisam ter o básico em suas casas, estamos a passos importantes na mehoria da educação, saúde e moradia e o bolsa família 2014 é mais um reforço para os brasileiros.

A política de “bolsas” no brasil vem sendo implementada de forma competente podemos ver que são auxílios pagos mensalmente ou periodicamente  auxiliam de alguma forma um público específico, alguns desses exemplos são o Bolsa Atleta, que auxilia financeiramente atletas que se destacam em sua modalidades, mas que não possuem patrocínios ou condições de se manter perfeitamente.

[toggle title=”Bolsa Família 2014 vai beneficiar mais de 13 milhões de famílias, com o auxílio de renda que visa melhorar a qualidade de vida das famílias mais pobres. O calendário de pagamento vai ser divulgado, fique atento as suas datas.”]Acesse o calendário de pagamentos bolsa família 2014 aqui[/toggle]

CALENDÁRIO BOLSA FAMÍLIA 2014, PAGAMENTOS CLIQUE AQUI

O Programa Bolsa Família (PBF) é um programa de transferência direta de renda com condicionalidades, que beneficia famílias em situação de pobreza (com renda mensal por pessoa de R$ 70 a R$ 140) e extrema pobreza (com renda mensal por pessoa de até R$ 70), de acordo com a Lei 10.836, de 09 de janeiro de 2004 e o Decreto nº 5.209, de 17 de setembro de 2004.

 O PBF integra a estratégia FOME ZERO, que tem o objetivo de assegurar o direito humano à alimentação adequada, promovendo a segurança alimentar e nutricional e contribuindo para a erradicação da extrema pobreza e para a conquista da cidadania pela parcela da população mais vulnerável à fome.

O Programa pauta-se na articulação de três dimensões essenciais à superação da fome e da pobreza:

  • promoção do alívio imediato da pobreza, por meio da transferência direta de renda à família;
  • reforço ao exercício de direitos sociais básicos nas áreas de Saúde e Educação, por meio do cumprimentos das condicionalidades, o que contribui para que as famílias consigam romper o ciclo da pobreza entre gerações;
  • coordenação de programas complementares, que têm por objetivo o desenvolvimento das famílias, de modo que os beneficiários do Bolsa Família consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza. São exemplos de programas complementares: programas de geração de trabalho e renda, de alfabetização de adultos, de fornecimento de registro civil e demais documentos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.