BERINGELA PARA QUE SERVE

Que a berinjela é uma delícia (A_DO_RO!!) em antepastos, lasanhas, saladas e que abaixa os níveis de colesterol isso eu já sabia porque a muito tempo mãe faz uso dela quando os seus níveis estão alterados e pra ela é um santo remédio, embora eu tenha lido que não existe nenhuma comprovação científica sobre esses resultados.

Mas voltando à revista… ao lado da história da moçoila há uma caixa de texto com duas nutricionistas falando sobre os benefícios do legume. Abaixo, segue ”ipsis litteris” os benefícios apregoados:

beringela

A água da berinjela é boa para hidratar o corpo e repor alguns minerais perdidos durante o dia. O líquido também é rico em fibras solúveis, aquelas que o alimento libera quando em contato com a água. “Ao chegar no estômago, essas substâncias formam um tipo de gel que ajuda na absorção e eliminação da gordura”, explica a nutricionista Francine Schimidt, do site Dieta Ligth. A água de berinjela também é uma ferramenta e tanto no combate à celulite. De acordo com Schimidt, aqueles furinhos, na verdade, são inflamações que ocorrem pelo excesso de toxinas no organismo. Ou seja, gordura. “A berinjela diminui as impurezas presentes no sangue. Como é rica em potássio, nutriente que elimina líquido do corpo, ela age como um potente anti-infamatório”, explica Smidt. O legume, por sua vez, é um alimento capaz de reduzir o colesterol, estimular o funcionamento intestinal e agir como antidepressivo natural. A berinjela também possui propriedades emagrecedoras. “Além do baixo valor calórico (apenas 20 calorias em 100 gramas), ela possui fibras que prolongam a saciedade e reduzem o apetite”, explica Roseli Ueno, nutricionista de São Paulo.

Na hora de prepará-la, porém, todo cuidado é pouco. A berinjela pode ser consumida de várias formas: cozida, grelhada, assada, recheada e refogada. Mas evite fritá-la. “Por ter consistência esponjosa, na hora da fritura ela absorve muito óleo, o que aumenta o seu valor calórico”, alerta Ueno.

É isso gente, pelo sim, pelo não custa tentar, né.

Só não vou passar o modo de fazer com as quantidades e tals porque depois da intoxicação que quase me levou f . . . . , não quero colocar ninguém em perigo, não é. Só dei a dica, então quem quiser é só comprar a revista que custa R$ 1,99 em qualquer banca.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.